Amantes do Trance

1 -Como a música electrónica chegou à tua vida?

R: Foi de uma forma natural, no início ouvia rock n’ roll, punk e heavy metal; em adolescente não faltava a festivais de rock e outros concertos ao vivo, em Madrid era todos os fins-de-semana.

 

2- Qual foi a festa em que te estreaste como DJ ?

R: Foi em 2007 no Festival Al-Andalus em Espanha.

 

3 - Como foi o início da tua carreira?

R: A minha primeira atuação veio como uma surpresa, a partir daí nunca mais parei e tento produzir a melhor música possível diáriamente.

 

4 - Como começaste a produzir música electrónica?

R: Comecei como DJ, até um dia me aperceber que era o meu sonho produzir a minha própria música, é onde me sinto em casa.

 

5- De onde tiras inspiração para criar novas músicas?

R: De tudo. Natureza, outros artistas, estilos músicais diferentes, não me importo de onde vem.

 

6 - Quando foi o teu primeiro lançamento?

R: Acredito que tenha sido em 2012, chamada Laberinto EP.

 

7- Os artistas do psy trance possuem influências de outros gêneros musicais. O que te inspira fora do universo electrónico? Que outras formas de arte fazem parte do teu processo criativo?

R: Desde jovem que ouço muitos estilos diferentes, adoro rock, punk, trip hop, flamenco e música clássica.

Um bom amigo meu sempre me disse: “Só existem dois tipos de música, a boa e a má”; tento sempre ouvir o melhor!

 

8- Qual foi a actuação que mais te marcou?

R: Foi no México em 2015, Ritual Festival. Foi incrível, a primeira vez que atuei perante tal multidão.


9- O que mantém vivo o teu amor pela música electrónica? O que tu mais gostas nas festas/festivais?

R: É a música dos nossos dias, amor sem letra, apenas som; sem ninguém a forçar ideias e sentimentos, apenas a minha imaginação.

Gosto de tudo, mas principalmente a energia que se sente e todo o dancefloor sorridente!

 

10- Quais são as novidades em relação a novos lançamentos?

R: Estou a trabalhar no meu próximo EP, e algumas colaborações com Exolon, Ascent, Terra Pura e Z-Cat.

 

11- Sobre a tua próxima atuação em Portugal, quais são as tuas expectativas?

R: Sempre que estive em Portugal foi sensacional, por isso acredito que esta seja ainda melhor…

 

12– Para terminar a entrevista, deixa uma mensagem aos teus seguidores portugueses!

R: Muito obrigado pelo apoio ‘and keep on rocking maniacs!

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *