Amantes do Trance

1- Como chegou a música à tua vida?
A música (como vício) nasceu aí aos 10/11 anos, quando tive o meu primeiro leitor de k7 Stereo, e um amigo me emprestou o Álbum" Appetite for Destruction "dos Guns N Roses", gostei tanto k a rompi width=

2- Como surgiu o projecto D.A.W.N?
O projecto D.A.W.N. , nasceu na minha mudança de som do Techno para o Psytrance, achei q fazia sentido, uma vez que ia seguir um estilo diferente, também mudar de nome artístico.

3- Qual foi a festa em que te estreaste como Dj?
Algum tempo depois das primeiras festas, por volta de 98/99, alguns amigos da altura juntàmos uns pratos rascas, uma aparelhagem de casa , e fomos pro mato fazer uma festa, foi a primeira vez q toquei fora do quarto.

4- Como foi o teu início da tua carreira?
O início é sempre difícil, não havia redes sociais ou plataformas para divulgar o trabalho, então se queria tocar procurava, cheguei algumas vezes a carregar o meu material pra bares e assim pra poder tocar, e na altura o Techno era muito agressivo pra tocar num bar normal, como recusava a passar música q as casas queriam, pois não concordo que esse seja caminho, pra seja qual for o artista, as oportunidades não eram muitas...Quando surgiam, tudo valia a pena.

5- Quem são as tuas influências na música?
As minhas maiores influências são do Metal (Trash, Death e Black), Slayer, Obituary e Gorgoroth, no topo dos meus "likes" em cada um dos estilos, no Psytrance, as minhas maiores preferências vêm quase todas da África do Sul, projectos como Artifakt, Shift, Hydraglyph, Slug, etc, (são muitos e mt bons ), fora desse país, gosto muito de Abomination, Shameless e de Iliuchina...E no Techno , Jesus Del Campo, o Dj que me inspirou começar a misturar discos, pelo carisma que tem, presença na cabine e pela proximidade com o público, alguém q tem uma legião de fãs MESMO FIÉIS !!! Eu incluído.

6- Qual foi a actuação que mais te marcou?
Acho que o momento que mais me marcou, foi abrir a Sacred Land da Digital Way, na barragem da Queimadela, no ano passado...Por ser na minha cidade, pelo regresso das festas àquele spot, e pelo Line Up, ainda hj me arrepia pensar que abri aquela festa...Mas há mts outros, q guardo com carinho...A nível de actuações de outros artistas, a primeira vez que vi Shift, no Marão(UAU!!), Sun Project, e mais recentemente, NoidZ e Spectrasonics foram actuações que me surpreenderam...

7- O que mantém vivo o teu amor pela música electrónica? O que tu mais gostas nas festas/festivais?
Boa pergunta;) , acho que o que mantém vivo o meu amor por este tipo de música é o sentimento que ela desperta em nós, há sempre um elemento que parece q nos fala a algo interior, sem conversar, se há magia, pra mim está na música. custa- nos traduzir um sentimento, mas se tiveres de explicar o que sentes, com certeza encontras uma melodia q o identifique, e alguém possa entender..Nos festivais ou festas, a vibe do Dancefloor, é sempre o q gosto mais...

8- Onde serão as tuas próximas actuações?
Próximas actuações são, 17 Setembro na Cosmic Age, num spot lindo em Fafe, com Line up de luxo, e 1 Outubro , na Magical Trip, no barquinho (Porto Rio)... Open Bookings, orgs aí fora, hehe

9- Nos últimos anos o psy trance tem vindo a crescer em Portugal o número de festivais e novos artistas aumentam a cada dia. Na tua visão, está nossa caminhada está no ritmo certo ou existe algo que poderíamos estar a fazer mais pelo crescimento da cena?
Como qualquer outro estilo música, é normal evoluir até ser quase uma moda, ou main stream, e com isso surgirem mais artistas, orgs, labels , etc...é positivo, mas também traz os seus contras, como mau ambiente , pessoal que está lá pra tudo menos pra ouvir música...MAS ISSO É EM TODOS OS ESTILOS, não é só no trance, muito público, muito dinheiro a entrar no bolso, e há muita gente a ganhar dinheiro com as festas, e não são as orgs, se é que me faço entender...Fazer as festas bonitas parte do público, não das orgs ou dos artistas, embora estes devam fazer o seu papel

10- Quais são os teus hobbies quando não estás a tocar ou a viajar?
O único hobby que posso ter, como pai de duas meninas, é mesmo a música!!!

11- Quais são os teus projectos para o futuro?
Nos meus projectos de futuro, estou a trabalhar e investir pra fazer música própria, vamos ver! Por outro lado, divulgar o trabalho como Dj, da Digital Way, da Label Biopulse Records, que me acolheu recentemente, e no apoio às orgs e artistas que gosto...

12- Vamos finalizar com uma mensagem para os teus fãs/seguidores.
Apareçam, pra não se cansarem tenho muita música fresca pra testar, abreijos!!!

PUBLICIDADE

 




 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *