Amantes do Trance

1 – Como chegou a música a música à tua vida?
A música faz parte da minha vida desde que me lembro. Antes do trance eu era vocalista na banda gótica Specimen…. A partir daí o trance foi uma evolução natural.

2 – Qual foi a primeira festa em que estreaste como DJ?
A primeira festa de todas em que atuei foi na praia de Koh Phangan na Tailandia em 1988.

3 – De onde tiras inspiração para criar novas músicas?
Eu obtenho inspiração para a música em todo o lado na vida, no uiverso e em tudo.

4-Qual foi o teu primeiro lançamento?
Space Tribe lançou o primeiro album, Sonic mandala em 1996 na Spirit Zone Records e tem lançado variadas faixas e colaborações desde então.

5- Qual foi a actuação que mais te marcou?
O Solipse Festival durante o eclipse na Hungria em 1999 destaca-se. Foi o primeiro festival em Ozora, que floresceu num magifico evento. Foi a primeira festa de trance com mais de 30.0000 pessoas e eu sabia que ia mudar o mundo (ou pelo menos o meu)…
O cenário temu mudado durante o tempo, principalmente na medida em que cresceu tanto. Somos sem dúvida uma verdadeira família global e a última cultura underground verdadeira existente. Ainda que tenha crescido tanto mantém-se verdadeira às suas raízes psicadélicas. . É fantástico ver tanta gente a dançar neste planeta.

6- O que é que te mantém apaixonado pela música eletrónica?
A música também evoluiu com a tecnologia utilizada para a fazer tornando-a mais refinada enquanto mantém a sua intenção original.
Eu nunca vou perder o meu amor por esta música – É um vírus e uma vez infetado não consegues voltar atrás.

7-Que projetos tens para o futuro?
O que eu estou a fazer agora são principalmente 2 projetos colaborativos. Mad Tribe with Mas Maxx e ESP com Electric Universe. Ambos projetos muito excitantes com kicks e música psicadélica inacreditáveis.

8- Onde serão as tuas próximas actuações?
Touring? Por todo o mundo e a toda a hora!! Quando Não estou a viajar estou no estúdio a “chocar” novas música.

9- Quais são as tuas expectativas em relação à atuação em Portugal?
Mal posso esperar para tocar em Portugal outra vez, vocês têm sempre uma vibe magnifíca aí.
Até já

PUBLICIDADE

 




 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *