Amantes do Trance

1 - Como a música chegou à tua vida?
Sempre fui de acompanhar as bandas que eu gostava desde criança, gravando video clips na MTV, comprando CDs, fitas k7 e isso fez com que eu me tornasse um verdadeiro "adicto" pela musica passando a frequentar muitos shows de Reggae, Ska, Rock e Hard Core.

2- Como foi o início da tua carreira?
Estudei guitarra por 7 anos em um conservatório musical em minha cidade e toquei em bandas de Rock e Hard Core por quase 12 anos ate aceitar o convite para ir a uma festa de musica eletrônica e conhecer o Psychedelic Trance, onde logo começaria minha carreira como dj.

3- Qual foi a festa em que te estreaste como DJ ?
Foi em meados de 2006 em um Club recém inaugurado em minha cidade natal, Sao Bernardo do Campo (Sao Paulo).

4 - Como começaste a produzir música electrónica?
Depois de 3 anos atuando como dj senti que havia uma necessidade de criar a minha própria musica e passar a minha mensagem para outras pessoas, foi quando resolvi me aprofundar um pouco mais e comecei a estudar produção de musica eletrônica, dando inicio assim ao que viria ser minha atual profissão.

5- De onde tiras inspiração para criar novas músicas?
Nao escuto muito Trance em casa, no carro, prefiro escutar outros tipos de musica para abrir a minha mente. Gosto de absorver ideias novas quando estou em festivais porque consigo ao mesmo tempo ouvir, sentir e analisar a reflexão do som no Dance Floor, isso me inspira muito na hora de produzir.

6-Como surgiu o projecto DIKSHA?
Após alguns anos produzindo, tocando e lançando trabalhos com projeto de groove 2012Live (Antu recs) em parceria com dj Edu, decidi que era hora de tomar um rumo diferente em minha vida musical foi entao que criei meu primeiro projeto solo que levaria o mesmo nome que usava como dj set no inicio, DIKSHA.

7 - Quando foi o teu primeiro lançamento?
Após o DIKSHA ser lançado nao demorou muito tempo e logo assinei com a label que viria a lançar o meu primeiro EP chamado KOSMOS pela Catalyst records do Mexico.

8- Os artistas do psy trance possuem influências de outros gêneros musicais. O que te inspira fora do universo electrónico? Que outras formas de arte fazem parte do teu processo criativo?
Como citei anteriormente escuto muita musica em casa como Reggae, Rock, Hard Core e claro a musica popular brasileira o nosso MPB, e isso e o que me ajuda na hora de produzir algo novo.

9 - Quem são as tuas influências na música?
Minhas maiores influencias sao aqueles artistas que vivem fazendo musica verdadeira, os que vem se dedicando por muitos anos e sem perder a verdadeira essência do Psychedelic Trance.

10 - Qual foi a actuação que mais te marcou?
Nao sei dizer na verdade a que mais me marcou, sao varias, pois cada uma delas em diferente momentos e situações.

11 - O que mantém vivo o teu amor pela música electrónica? O que tu mais gostas nas festas/festivais?
O que mantém o meu amor vivo e o fato de que através da musica eletrônica conseguimos ultrapassar as barreiras impostas pela sociedade e pelo sistema, podendo assim conectar-se em uma so mensagem seja a pessoa do Brasil, Portugal, Japão ou ate mesmo de outro planeta, pois a linguagem e única. Essa conexão e o que nos mantém ate os dias de hoje frequentadores de festas e festivais de Trance.

12 - Onde serão as tuas próximas actuações?
Encerro meus trabalhos pelo Brasil no dia 26 de maio me apresentando no Respect Festival 10 anos e em junho vou para minha terceira tour para a Europa onde passarei por países como Russia, Alemanha, França, Portugal e Italia.

13 - Quais são as novidades em relação a novos lançamentos?
Estamos finalizando os últimos detalhes para o primeiro Álbum do projeto DIksha onde ja venho trabalhando a alguns meses e que vai conter 10 faixas inéditas sendo elas 4 Vs e sera lançado pela Sangoma recs. Após finalizado estudo a possibilidade de um primeiro Álbum do projeto Synkronic.

14- Que perspectivas tens nesta tua primeira actuação em Portugal?
Estou muito ansioso e feliz de poder apresentar meus projetos pela primeira vez em Portugal e ja recebi algumas mensagens de pessoas que estarão la para ver o trabalho, isso me deixa muito emocionado e confiante.

15 - Quais são os teus hobbies quando não estás a produzir música ou a viajar?
Gosto de ficar em casa, cuidar da minha família, do nosso jardim e do nosso cachorro Moog.

16 - Vamos finalizar com uma mensagem para os teus fãs/seguidores
Agradeço a todos pela energia e carinho, retribuirei tudo com muita musica e alegria!
Nos vemos no Dance Floor!

PUBLICIDADE

 




 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *