METAMORFOSES EVOLUTIVAS

METAMORFOSES EVOLUTIVAS

A partir do momento que damos o primeiro suspiro somos sentenciados a uma vida de aprendizagens e lições. E ainda que o maior prémio seja estarmos vivos, os obstáculos que se nos atravessam nem sempre são algo pelo qual agradeçamos.

Mas devíamos. Como daríamos valor aos dias solarengos quando não conhecemos o frio e a chuva? Da mesma forma, como reconhecemos o crescimento espiritual e emocional se não somos compelidos a senti-lo na pele? Como seremos capazes de enxergar as bênçãos da vida, se não reconhecemos as lições que esta nos oferece?

Talvez este seja o grande passo que nos custa dar. Porque não é algo agradável. Porque nos sai tremendamente do corpo. É algo que nos faz rasgar a pele. Arranhar a mente. É produto de suor, de lágrimas e de sofrimento. Não é de todo algo simples perceber que todos os acontecimentos da vida estão complexamente interligados. Que os obstáculos e as intempéries servem para revelar algo que não conhecemos sobre nós próprios. Porque muitas vezes espelhamos no outro aquilo que somos, e somos dessa forma retribuídos. Somos não só produto do significado que damos ao que nos rodeia. Somos produto do significado que damos à nossa vida!

A evolução passa por não só aprender com as decisões que tomamos, mas também com erros que cometemos. Errar é bom. Errar faz-nos crescer. Não o erro em si, mas o processo que o procede. É metamorfose evolutiva para quem a alcança. É adquirir a experiência de quem aprende com a lição. É voltar a quem somos mais preparados. Mais humanos. Mais evoluídos.




Estejam seguros de que todos temos momentos obscuros. Mesmo quando a cara se apresenta com um sorriso como produto de quem tranquiliza quem o rodeia. Talvez por não querer preocupar. Talvez por ainda não estar preparado ou sentir-se livre para conseguir lidar. Cada um tem o seu tempo. As suas lições. As suas metamorfoses. E as suas bênçãos.

Mas não se enganem... Não há tempo a perder. Somos seres por tão breves momentos. Apostemos nas metamorfoses, pois delas alcançamos a evolução. Vamos mais além e juntemo-nos. Façamos também por ajudar o próximo na sua evolução ao respeitar o seu espaço. Ao celebrar a sua existência. Concedamos compreensão. Ofereçamos amor. Sejamos UNO.

Artigo por Dr. Horus
Foto de Kharmadelic Photography