ENTREVISTA #84 MONO SAPIENS – 24/7 RECORDS

Entrevista exclusiva a Mono Sapiens

1- Antes de mais, há quantos anos és Dj? E sempre no género de psytrance?

R: Mono Sapiens é um projecto criado em 2016 , apesar de estar envolvido na cena Trance há mais de uma década, com diferentes projectos como produtor e dj.

2- Quando o mundo do psy-trance aparece nas nossas vidas, generalizando, arrebata-nos e vai crescendo em nós. Recordas-te de como esta música/mundo chegou à tua vida? E quantos anos tinhas?

R: Estava eu em 2000/2001 e já os meus amigos escutavam todo tipo de musica eletrónica... foi fácil seguir o mesmo rumo já que eram todos os finais de semana. Desde a Costa de Caparica á Marateca e arredores...

3- Recordas-te em que festa te estreaste como Dj? Dirias que essa foi a atuação que mais te marcou, ou qual?

R: Foi em 2003 na Costa de Caparica ( Cabana do Pescador - Help ), e se calhar até foi a que mais me marcou pois estava na companhia de todos aqueles que me puxaram para a cena.

5- No que toca à produção, dedicas-te todos os dias a fazer música? Quanto tempo, geralmente, demoras a criar um som/track completo?

R: De momento esta é a minha profissão, e seja para produzir ou dar formação é onde passo a maior parte do meu tempo. Em relação ao tempo de execução de cada track, depende de muito factores.

6- Os artistas do psytrance possuem influências de outros gêneros musicais. O que te inspira fora do universo eletrónico? Que outras formas de arte fazem parte do teu processo criativo?

R: Gosto um pouco de todo o tipo de música, no entanto não me costumo deixar levar por outros tipos musica para me inspirar. Passa um pouco por experiencias pessoais e todos os anos que já passei em festas e festivais.

7- Gostarias de colaborar com algum artista em especial? Porquê?

R: Na verdade a musica sem colaboração e sem partilha não faz qualquer sentido, e sim gostava de poder desfrutar de mais tempo com vários artistas como já o fiz com os Frostbite, Transient Disorder, The Alchemists , Mental Control, A- Tech , Starlab, Rafyx, Okta, Waio, Materia, Brainiac entre outros.

8- Se pudesses escolher qualquer lugar no mundo para tocar, onde seria?

R: Não tenho nenhum lugar em concreto, gostava imenso de poder chegar através da minha música todos os cantos do mundo.

9- Tens algum próximo passo pensado para o teu projeto? O que se segue?

R: Próximo passo é continuar o caminho que tenho percorrido até aqui. Mais Música...Mais Partilha... Mais Experiências...

10- Nos últimos anos o psy trance tem vindo a crescer pelo mundo fora, o número de festas/festivais e novos artistas aumentam a "cada dia". Na tua visão, esta nossa caminhada está no ritmo certo ou existe algo que poderíamos estar a fazer mais pelo crescimento da cena?

R: Passados estes anos todos, parece que muito pouco foi feito no que toca á evolução do panorama musical na cena. Temos o caso de outro países com menos história no trance e que já vão bem mais a frente, no caso , a Sérvia que já destaca um número valente de produtores de top mundial. E gostava até de deixar aqui uma questão, de quem será a responsabilidade?!

11- Obrigado por te juntares a nos nesta entrevista, queres deixar algumas palavras à comunidade psytrance portuguesa antes de terminarmos?

R: Agradeço a todos e em especial aos Amantes do Trance, a oportunidade de poder dar a conhecer um dos meus projectos. Espero em breve partilhar a minha música com todos vocês... Até já. Ricardo aka Mono Sapiens!

Redes sociais:

Facebook: www.facebook.com/MonoSapiensMusic

Soundcloud: www.soundcloud.com/monosapiensmusic

Instagram: www.instagram.com/monosapiensmusic

YouTube: www.youtube.com/c/MonoSapiensMusic

Spotify: open.spotify.com/artist/2err9MxCvknwFgqvOgRQMr