ENTREVISTA #2 – INCOGNITA PROD.

1- Como surgiu a Incognita Prod. ? E em que ano foi fundada?

R: Bem a Incógnita surge por volta de 2011, mas é oficialmente lançada em 2012 com a 1º edição da Magic Union. A Incognita surge com numa altura em que este movimento que tanto amamos, cai numa onda um bocado estranha em que se começa a perder a verdadeira essência do trance, nasce numa altura de revolta comigo mesmo, por não perceber o caminho e o rumo que o trance estava a tomar, pois tinha conhecido o trance totalmente diferente por volta de 2004, onde havia sorrisos, paz, harmonia, o objectivo das festas era ir conviver conhecer novas pessoas uma nova cultura, mas isso estava se a perder, começava uma era de falta de respeito, competição, algo que não ia com os meus ideais, algo que não tinha nada a ver com este movimento, por isso resolvi não ficar de mãos atadas, depois de uma época de alguns anos, ajudar outras orgs, apenas por voluntariado e claro vontade de aprender, resolvi lançar a família Incógnita Prod, com que intuito? era simplesmente fazer voltar todos os ideais ao trance e tentar juntar o máximo de orgs como uma família e não como uma competição, partilhando conhecimento e respeito a cima de tudo, algo que se conseguiu fazer no norte durante algum tempo e penso que neste momento á um bom ambiente entre orgs, claro que cada um com a sua ideia, nem sempre se consegue conjugar todos mas sim consegue-se uma boa harmonia, claro culpa de todos. Em relação ao espírito que quis salvar, tentamos traze-lo em cada reunião que fazemos, mas sinceramente com a evolução do trance ao longo dos anos, começa a ficar um bocado complicado, algo que acontece em qualquer estilo, qualquer sector onde o meio começa a crescer e a comercializar, mas sempre tentamos fazer a diferença como conseguirmos 😉

2- Quem são os seus principais membros da organização e quais os seus papeis?

R: É um bocado injusto estar a citar nomes, são mts elementos, uns neste momento já não fazem parte, mas serão parte sempre parte desta historia, serão sempre Incognita Prod, porque como já citei antes Incógnita é uma família e família que família não renega um membro dela, mas todos são membros essenciais, pois sem cada um deles nada seria possível ser realizado com tanto amor e carinho. Mas como é obvio tenho de citar uma pessoa o meu irmão braço direito esquerdo, Rui Soares que apesar de ter a suar Org a Magic Dreams será uma pessoa que directa ou indirectamente fará parte desta família como vice versa, principalmente quando a partir do festival de 2013 da Magic Union ainda nos conhecíamos recentemente, ele ter sido a pessoa que me esticou a mão e não me deixou desistir deste sonho, quando pos festival depois de mts controvérsias internas de quem ama mt isto, eu pensei em deitar a toalha ao chão, mas ele esticou me a mão e disse, não tu vais te levantar estás no caminho certo, vives isto com amor e com a razão por isso te está a doer tanto o momento, mas não desistas e assim foi, por isso é inevitável dizer k somos 2 orgs mas uma so família, pois a partir da ai estamos juntos sempre á turra e a maça para fazer tudo mt magico neste movimento 😉 tb não posso deixar de salientar a Ana de Sousa que já não está neste momento nesta parte de organização mas continua a ser membro da família e será a minha irmãzinha que começou e me motivou a fazer a primeiras 2 grandes reuniões da Incognita Productions.

3- Quais são os pontos chave que não devem ser deixados de lado na realização de um evento?

R: Tinha aqui pano para mangas para falarmos XD mas vou sitar algumas principais, Publico procurar descobrir o que eles pretendem numa reunião, gostos musicas, locais do evento, sistema de sons que pretendem etc. Condições tentar conseguir dar o máximo de condições a toda a gente para que se sintam seguros e em casa, para que se divirtam realmente e não estejam preocupados com o que pode acontecer, decor tal como os artistas será um ponto essencial numa reunião para poder criar uma imagem magica que sempre foi característica essencial nestas reuniões desde o inicio, claro artistas, tentar trazer sempre mt qualidade mesmo que não sejam conhecidos, por ultimo espero não me estar a esquecer de nada educar ao máximo tanto em termos de ouvido com qualidade de artistas e géneros musicais, como consciencializar o que o trance ideais o caminho a seguir.

4-Como é visto para vocês a realização de cada evento? É um gasto ou um investimento?

R: Sinceramente nem uma coisa nem outra, é visto como um objectivo, melhorar, educar, nos não somos melhores nem piores que ninguém, mas temos a nossa identidade, e vemos uma reunião como algo que não queremos perder essa identidade, por isso vamos sempre lutar por fazer melhor, por fazer sorrir o publico, fazer com que eles determinem se é o tal investimento ou gasto, mas em quanto fizermos tudo para fazermos bem, rpd directamente á questão será sempre um investimento pois não queremos deixar de realizar estas reuniões, não queremos deixar de ver esta família feliz, para isso é preciso investir para melhorar e poder continuar, poder continuar a criar.

5-Quais são os maiores desafios para organizar um evento com a envergadura da Magic Union? Qual o foco principal?

R: São duvida uma grande questão, começa ser difícil, pk o nosso objectivo é sempre fazer melhor, chamar mais gente para se tornar uma reunião ainda mais única, poder criar mais sorriso, poder criar uma magica união, numa so reunião, mas começa a ser difícil, fazer melhor, pois temos noção que já chegamos a um patamar elevado nesta reunião, mas sinceramente, esperem pelos próximos episódios, porque eu e o meu mano Rui temos ai uns truques na manga para vos agradar e deixar de lágrima no olho 😉 o foco principal será sempre o mesmo em todas as reuniões, agradar o publico com tudo o que uma reunião precisa e continuar com o bom ambiente que esta reunião tem desde o 1º dia, continuar que esta reunião seja falada durante o ano todo pelas boas razões, pois somos uma família e queremos a família feliz sempre.

6- Quais as características mais importantes para um organizador de eventos?

R: Sinceramente algumas coisas, mt paciência, pois ate estar uma reunião pronta é uma carada de situações e mts dores de cabaça que o publico desconhece, ser firme, foco nos objectivos, conseguir criar uma equipa de confiança, firmeza, mas principalmente, amor paz respeito e união

7- Comparando com as primeiras festas organizadas pela Incognita Prod, é provável que muita coisa tenha mudado. Mas ainda há alguma coisa que continue igual? Como descrevem a vossa evolução?

R: Kkkk turbulenta, dolorosa, amada e única, um orgulho, crescimento e amadurecimento, sinceramente mt coisa mudou, mas o essencial continuara igual, os objectivos iniciais, que já sitei anteriormente, mas que espero que nunca mudem, pois quando mudarem a Incognita acaba. Continuaremos a lutar por este movimento para que se mantenha o mais parecido com as origens possível, continuar principalmente a sentir o amor e respeito em todas as reuniões e em todo o nosso publico..

8- Em termos de estrutura, qual patamar vocês almejam chegar? O que vocês sonham ter nos vossos eventos num futuro próximo?

R: Sinceramente não temos um patamar definido, não queremos ser Maiores que ninguém, mas sim manter os nossos objectivos e ideais, com isso poder agradar todo o publico, não nos regemos por ambição nem por patamares, queremos sim criar algo sempre mágico, agradar o maior números de pessoas, sem prejudicar ninguém e sim passar esses ideais ao maior numero de pessoas possíveis.

9- Como funciona o processo de selecção de Djs internacionais e nacionais?

R: Para nos uma festa é uma historia feita de vários capítulos, em que cada capitulo irá agradar a um publico, tentando abranger o maior numero de publico e estilos diferentes, consoante isso fazemos uma pré seleção de artistas de qualidade, entre artistas que sabemos que o publico gosta e artistas que queremos trazer com o intuito de educar, depois é contactar os artistas normalmente e fechar com eles.

10- Os eventos organizados por vocês certamente causa algum impacto no local onde é realizado e por isso é essencial que se preocupem com causas ambientais. Como é que vocês cuidam desse aspecto?

R: Tentamos junto das câmaras municipais saber as áreas que menos prejudiquem o ambiente e com evitar impacto ambiental, contratamos equipa de limpeza e espalhamos por todo o recinto inúmeros caixotes do lixo para evitar ao máximo colocarem lixo para o solo e aqui deixo uma mensagem para o publico, tb para sensibilizar, pessoal nos em todos os evento colocamos dezenas de caixotes do lixo pedimos por favor que os usem, pois apesar dessas dezenas de caixotes do lixo, continuamos a ter, mt mt lixo no chão, não custa nada dar 2 passos para o lado e meter o copo ou o que quer que seja no saco do lixo, trance é Natureza tb por isso não vamos estragar esta força de vida.

11- Que balanço fazem do panorama actual do trance nacional? O que acham que poderia mudar (no sentido de melhorar o trance em Portugal) ?

R: Em primeiro uma das coisas que devia melhorar, seria uma reunião anual de orgs para evitar sobreposição de datas, transparecer conteúdos, planejar o que fazer para haver melhoria do movimento deixar de haver concorrência e sim trabalhar num so caminho, com isso ganhar mais respeito, o panorama sinceramente eu que venho de outro tempo em que o trance era diferente, não acho que va no melhor caminha, mt por culpa da comercialização do mesmo é verdade, mas sinto que cada vez é menos respeito uns pelos outros, o k me deixa triste, pk sempre foi uma das coisas pelas quais lutamos, muitas novelas, mts picardias etc mt coisa que podia ser evitada, pessoal todos têm direito á sua opinião, respeitemo-nos uns aos outros, tu vai ser mais bonito.

12- Conta-nos um pouco sobre a história da Mystic Vibrations.

R: Bem a Mystic so teve para já um ano de existência, nasceu em Outubro de 2012 com o caris solidário e um intuito de angariar tampinhas de garrafas para uma cadeira de rodas de uma menina e tb comemorar um aniversario, foi uma festa que nos marcou bastante pelo ambiente que foi criado na altura, pois as condições meteorológicas não nos ajudaram em nada, mas foi lindo pois foram por volta de 1500 pessoas, mas apesar da imensa chuva e não haver tenda, ninguém arredou pe do dance, pois a energia que se sentia, aquecia o frio e secava a roupa que tínhamos no corpo, foi uma festa que marcou a nossa historia de forma mt mystica, mas que não voltamos a fazer por alguns motivos, mas andava com o bichinho á mt no corpo para reavivar esta reunião e lancei o desafio á Magic Dreams para fazermos este ano, que foi prontamente aceite, não fosse está a festa onde tivemos o 1º contacto mais profundo, como amigos, claro que tínhamos de fazer renascer a historia desta reunião e fazer dela algo mt mystico no coração de todo os elementos desta família. Esperamos que gostem, que vos marque e que seja a 2º de mts edições <3

13- Para finalizar deixem uma mensagem para o público.

Bem familia deixo aqui a nossa mensagem, nos somos todos uma familia e pretendemos remar todos para o mesmo lado, por isso vamos juntar a nossa energia, vamos nos respeitar e ter amor por este movimento, vamos mantê-lo diferente dos outros, vamo-nos deixar de mesquinhices, psy novelas, duelos de estilos, quezílias, pk trance é so um, não vamos acabar com isto, vamos sim lutar para que o mesmo siga cheio de força e vigor, isso so se consegue com respeito principalmente respeito, vamos espalhar amor, ternura, conhecimento, palavras sabias e não de violência, vamo-nos ajudar uns aos outros e continuar a manter este estilo o nosso estilo magico, que mais ninguém pode chegar a este estado mental e de paz, que é estar em trance ok, vamos la tornar-nos num so e deixarmo-nos de coisinhas k não valem a pena, ok? Contamos com vocês dia 12 de Novembro para celebrar mais esta reunião mística 😉 BOOM SHANKAR Familia <3 <3 <3

OBRIGADO Pedro Maia ❤️

PUBLICIDADE